TI Sustentável com Nuvem Privada

Empresas que possuem grandes departamentos de TI passam pela necessidade de administração de sub departamentos. Muitos bem definidos, outros conhecidos apenas pelos membro da TI.

Como arquiteto, na maioria das vezes eu interajo com duas divisões: time de infraestrutura, onde converso sobre alocação de recursos para hospedar projetos e soluções, e analistas de negócio quando estes são quem detém o conhecimento de um processo que a solução que trabalho deve atender.

Por diversas vezes, por imposição de normas da própria TI da empresa, me peguei escrevendo procedimentos para serem executados por um desses times, em especial o de infraestrutura. Procedimentos simples, como preparar um ambiente para receber uma aplicação web, provisionar uma máquina virtual ou um banco de dados.

Responsabilidades

Se dermos um passo para trás, é fácil enxergar que essas atividades técnica não são de responsabilidade do time de infraestrutura. Tão pouco o departamento – leia centro de custo – da TI deve ter responsabilidade financeira sobre estes recursos.

Responsabilidade Técnica

O especialista de infra deve ser responsável por manter o ambiente de hospedagens, e não em criar pastas e pools de aplicação, pois isso o arquiteto ou desenvolvedores é quem deveria fazer. É o arquiteto quem define a tecnologia da aplicação, versão do framework, ou mesmo os ciclos de reciclagem.

Também não há motivo para ele, o especialista em infra, ser responsável por provisionar uma máquina virtual, sendo que quem especifica o porte e sistema operacional dessa VM é também o arquiteto da solução.

Responsabilidade Financeira

O escasso de recursos financeiro para o departamento de TI em uma empresa é comum. Principalmente em empresas que não são de tecnologia. Isso é compreensível, empresas normalmente fazem maiores investimento dos departamentos que são o foco do produto que entregam.

Assim frases como “nós fabricamos carros, e não software” ou “porquê aumentar a verba da informática se não fabricamos chocolate com computadores?“. Quase faria sentido, se não fosse o caos criado quando cai o link da Internet Intranet.

Em empresas onde o negócio da empresa não é informática, então o departamento de TI existe para atender clientes internos. Então, a responsabilidade financeira da TI é de todos os departamentos que consumem recursos de TI.

Cada cliente interno deve pagar o custo da TI, desde custos simples como manter caixa de e-mail, autenticação na rede, custo da máquina, licenciamento de softwares, etc. Até recursos maiores como acesso à Internet, espaço em disco na rede para compartilhamento de arquivos, e também recursos ocultos, como backup, segurança, energia elétrica e refrigeração de servidores.

O fato desse cenário não ocorrer, faz com que o departamento da TI tenha um custo muito alto, e gere dificuldades em explicar tamanho esforço de manutenção.

Opções de saída: Nuvem Privada

Quebrar paradigmas sempre é complicado, seja top-down com apoio da direção, ou mesmo down-top com a força dos colaboradores.

Um bom início é criar condições de delegar as devidas responsabilidades para os verdadeiros donos. Junto, levantar indicadores que justifiquem o repasse dos custos para os originais consumidores do recursos.

A Microsoft dispões uma ferramenta para dar condições para este fim: Windows Azure Pack. Uma ferramenta, gratuita, que entrega recursos afim de separar as responsabilidade técnica entre o time de infraestrutura com arquitetos e desenvolvedor, e também de separar a responsabilidade financeira, permitindo precificar cada recursos da TI, expondo indicadores que mostram quem está consumindo qual recurso, repassando a responsabilidade dos custos para a área cliente, deixando de ser absorvido pela TI.

Se estiver interessado em conhecer mais sobre essa metodologia, deixe seu comentário abaixo, e vamos trocar ideias e experiências.

Tendo interesse em mais informações sobre Windows Azure Pack, como implantação, consultoria ou treinamento, entre em contato comigo, vamos conversar.


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *